quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

O QUE FAZER EM MEIO AO DESESPERO ?




Desespero
Livra-me, ó Deus, pois as águas entraram até à minha alma.
Salmos 69:1

Esse salmo é uma oração de desespero, feita por Davi. Ele percebe o ódio que seus inimigos nutriam contra ele ao ponto de querer matá-lo. Ele, então, confessa sua dor e implora a Deus que o socorra. Isso pode ser parecido com o que muitos irmãos estão passando nesse momento.
Veja o que diz o Salmo 69:15: “Não me leve a corrente das águas, e não me sorva o abismo”. Isto é: “que as agruras que estou passando não me dominem; que o inimigo, por mais poderoso que seja, não triunfe sobre mim; que eu não venha sucumbir ante a pesada prova”.
Davi continua no verso 16: “Ouve-me, Senhor, pois boa é a tua misericórdia”. Davi confiava na misericórdia de Deus para suportar as afrontas e as ciladas dos seus inimigos. Nós devemos ter esse sentimento, afinal de contas, quem de nós merece alguma coisa boa vinda de Deus? Todo castigo e aflições que sofremos de certa maneira são justos. Entretanto, não somos capazes de suporta-lo então, não fiados em nossa justiça, mas recorrendo às misericórdias de Deus, prevalecemos! Exatamente como o texto diz: “A misericórdia de Deus é boa”. Ela é favorável a nós, nosso Deus se compadecerá de nós e, por misericórdia, nos ouvirá!
Não obstante, a aflição de Davi prossegue no versículo 17: “E não escondas o teu rosto do teu servo, porque estou angustiado”. Davi roga a Deus que não ignore sua súplica, nem esteja indiferente ao seu sofrimento, pois a angústia sentida por ele era profunda. Notem os argumentos de Davi, sua sinceridade na oração, sua ousadia em pedir que Deus não o rejeite… Devemos ir com ousadia e confiança perante o Trono da Graça, “para alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno” (Hebreus 4:16). Sobretudo, devemos chegar diante desse Trono com humildade, demonstrando em palavras nossa agonia!
Davi continua sua queixa no verso 18: “Aproxima-te da minha alma, e resgata-a; livra-me por causa dos meus inimigos”.  Ele roga, agora, para que Deus venha ao seu encontro, de maneira que ele possa sentir Sua presença. Davi estava se sentindo sozinho, aflito por conta das afrontas dos seus inimigos, mas sabia que a presença de Deus iria confortá-lo, ele se sentiria protegido, guardado! Como uma fortaleza ao seu redor, assim Davi via a presença do Senhor, por isso necessitava dessa real confirmação. Nessas horas de aflição, não existe força consoladora na Terra, nada que possa tirar o desassossego do nosso coração, senão uma injeção de ânimo e coragem vinda da presença de Deus. Essa é a razão das angústias mais profundas de nossa alma pedirem que a presença de Deus se aproxime, clamando: “Resgata-a; livra-me”!
A oração de Davi se torna ainda mais específica no verso 19:“Bem tens conhecido a minha afronta, e a minha vergonha” Davi está dizendo: “Tu és o guarda do universo, Seus olhos soberanos sondam toda Terra, Sua onipresença contempla meu sofrimento. Sabes que não estou a mentir!” Querido eis outro argumento para usar na oração – se é sincera e honesta sua petição, se você tem sido alvo da injustiça e maldade dos homens – Deus será seu juiz, pois Ele tem visto sua afronta, não está alheio a ela! Pode ir até Ele com tal petição!
Agora, a oração de Davi demonstra seu desespero em não encontrar um só aliado aqui na Terra, verso 20: “Afrontas me quebrantaram o coração, e estou fraquíssimo; esperei por alguém que tivesse compaixão, mas não houve nenhum; e por consoladores, mas não os achei.” É impressionante ver um homem de tantas qualidades e amor a Deus como Davi ter sido tão desamparado pelos homens como ele foi. O texto mostra que Ele estava muito abatido, esperando pelo socorro de alguém, mas não encontrou ninguém! Conosco ocorre o mesmo: em nossas maiores provações, aflições e perseguições passamos sozinhos. As portas se fecham, os entes queridos nos dão as costas e até os mais íntimos – mesmo que desejem – não conseguem compreender nosso deserto, para assim nos ajudar.
Nos deparamos, nesse ponto, com a atitude de Davi frente a sua calamidade, no verso 30: “Louvarei o nome de Deus com um cântico, e engrandecê-lo-ei com ação de graças”.Como o grande poeta de Israel, como admirável músico e compositor que era, Davi louva o nome do Senhor. Ele encontrou resposta no louvor a Deus. Davi fez menção da grandeza de Deus, do Seu poder, misericórdia e bondade através do louvor. O louvor a adoração era propício naquele momento, pois não só exaltaria o Nome do Senhor entre seus inimigos, mas traria forças a Davi para lutar levando-o a recordar, em seu louvor, os poderosos feitos de Deus! Caro irmão em Cristo, louvar a Deus na situação que você se encontra é o grande remédio, pois o louvor trará à sua memória as grandiosas obras de Deus, Seus atributos poderosos e imensuráveis! Dará alegria à sua alma, ânimo e coragem para vencer seus inimigos e, ao mesmo tempo, exaltará o grande Nome de Yaweh perante principados e potestades!
Davi vai encerrar sua oração confiante que será ouvido, verso 33: Porque o Senhor ouve os necessitados, e não despreza os seus cativos”. Quem estava mais necessitado naquele momento do que Davi? Ele sabia que Deus jamais rejeitaria o clamor de um santo moribundo, cercado de feras prontas a atacar. Deus iria ouví-lo, uma vez que sua necessidade era sincera e real. Deus ouve suas orações, tenha certeza disso! Aliás, suas orações são contentamento de Deus (Provérbios 15:8). Esse pedido que você faz a ele as pressas, esta sendo nesse momento atendido. Sei que está doendo, sei que você está sofrendo muito e não vê mais solução neste mundo. Porém, sei também que você orou, implorou a Deus por seu socorro; rios de água correram dos seus olhos e, agora, você está esgotado. Mas Ele ouviu! Ouviu todas as suas orações e recolheu todas as suas lágrimas. Ele está te ouvindo neste instante!
Por fim, resposta de Deus a Davi, verso 35: “Porque Deus salvará a Sião”. O livramento! Os inimigos de Davi foram derrotados! Ele sofreu, chorou, gemeu, pensou em desistir, chegou no limite de suas forças e de sua fé. Contudo venceu! O Senhor dos Exércitos pelejou a seu favor e todos os seus oponentes caíram, sem que nenhum ficasse de pé! O nome de Yaweh foi exaltado sobre a terra e Davi, o seu ungido, recebeu grande livramento!
À semelhança de Davi, você é o ungido do Senhor, conforme 2João declara. Seu grande livramento está chegando, quem sabe não será hoje!? Quem sabe agora, enquanto você lê esse texto?! Deus será exaltado sobre seus inimigos, sobre satanás e suas hostes malignas, sobre os ímpios que armaram laços contra você e sobre os falsos cristãos que querem comer suas carnes! Você O louvará e saberá que foi a mão do Senhor que fez tudo isso!Depois disso sua fé se dilatará. Seus ânimos serão recobrados e a alegria voltará a estar estampada em seu rosto! Glória a Deus por tão grande livramento!
No amor de Cristo,
Paulo Junior

3 comentários:

  1. Aleluia!!!
    GLORIA AO SENHOR JESUS CRISTO TODO PODEROSO QUE DEFENDE OS FRACOS E OPRIMIDOS OS INJUSTICADOS

    ResponderExcluir
  2. eu e minha esposa vivemos em uma casa que nos foi dada por nossa vozinha terezinha que hoje esta com o senhor e agora minha sogra quer vender a casa e por eu a propria filha e netos na rua sendo que minha sogra tem muitas posses, ela mora em uma mansao, mas so pensa no dinheiro, orem por mim e minha familia queridos irmaos, tenho um filho de 13 anos e uma filha de 04 anos de idade. Estou desesperado, nao tenho condicoes de pagar aluguel, ganho 2 mil por mes pago agua luz e comida minha esposa querida faz bicos de cozinheira para comprar roupas e material escolar para as criancas seria muito injusto sairmos de onde moramos a mais de dez anos, minha sogra ganha em torno de dez mil reais e vive no luxo indo a saloes de beleza e viagens, Meu DEUS me ajude ...

    ResponderExcluir
  3. SENHOR, ENCHA DE AMOR O CORACAO DA MINHA SOGRA VERA LUCIA PARA QUE ELA PERCEBA O QUANTO VALE UMA FAMILIA FELIZ NO AMOR DE CRISTO !!! EU AMO MINHA SOGRA GOSTARIA QUE ELA DESISTISSE DE SEUS CAPRICHOS PARA VIVER NO AMOR DE CRISTO AMEM !!!

    ResponderExcluir

Fudas